Últimas Notícias

Morre guitarrista da banda que acompanhou Janis Joplin

James Gurley, da Big Brother and the Holding Company, faria 70 anos ontem

O guitarrista James Gurley, da Big Brother and the Holding Company, que acompanhou Janis Joplin no final dos anos 60, morreu no último domingo, vítima de um ataque cardíaco fulminante. Gurley tinha 69 anos e morreu a dois dias do seu aniversário.

Natural de Detroit, Gurley se mudou para San Francisco, onde tocava no circuito local de cafés. No verão de 1965, ele foi convidado pelo produtor Chet Helms a se juntar à Big Brother and the Holding Company. Em junho de 1966, Janis Joplin entrou para a banda, tendo um caso com Gurley.

No final de 1966, o disco de estreia foi lançado, mas só depois da histórica apresentação no Monterey Pop Festival, em junho de 1967 (na mesma edição em que Jimi Hendrix incendiou sua guitarra), o disco entrou no número 43 da parada da Billboard. Em 1968 foi a vez de “Cheap Thrills”, que chegou ao topo da mesma lista. Considerado uma obra-prima do som psicodélico de San Francisco, o álbum é o número 338 da lista dos 500 melhores discos de todos os tempos da Revista Rolling Stone.

A saída de Joplin em 1968, por motivos óbvios, iniciou o periodo que levou ao fim do grupo, em 1972. Uma reunião foi feita em 1987, e James Gurley deixou o grupo em 1996, por ser contra a entrada de uma vocalista para o lugar que fora de Janis Joplin. Um álbum, “Pipe Dreams” foi lançado em 2000.

Tags desse texto:

Comentário

Seja o primeiro a comentar!

Deixe o seu comentário

Seu email não será divulgado